Contatos 11 3492-0169 11-5513-6064        11- 98255-6755 HOME VOLTAR PRÓXIMA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
SIMPATIA ALCOVA Místicas   e   surpreendentes,   aplicadas   na   intimidade   da   alcova,   as   simpatias   ciganas   para o    prazer    e    o    amor    revelam    a    preocupação    e    a    atenção    que    nosso    povo    dá    ao relacionamento entre um homem e uma mulher, ao sexo e à felicidade de um casal.      Nelas   se   percebe   muito   bem   a   alma   cigana,   passional   e   ardente,   sempre   cercada   de uma aura de mistério e fascínio que encanta e atrai as pessoas de todo o mundo. Fáceis   de   serem   realizadas,   as   simpatias   ciganas   para   os   assuntos   de   alcova   podem   e devem   ser   praticadas   pelos   casais   que   acreditam   na   paixão   e   no   poder   que   o   amor mobiliza,    em    termos    de    energias    e    forças,    quando    se    manifesta    em    toda    a    sua totalidade e em toda a sua intimidade. Esse   variado   repertório,   como   os   demais   do   povo   cigano,   mistura   conhecimentos   de todas as culturas com as quais tiveram contato ao longo dos séculos, principalmente  aqueles originários da mística e apaixonada Índia, onde a arma de amar deu origem a um dos livros mais famosos, o Kama Sutra.  Não    se    admirem,    portanto,    leitores,    se    numa    das    simpatias,    de    repente,    perceberem    elementos    da    magia    indiana    ou    algum conhecimento das práticas realizadas na Idade Média, nas cortes famosas da Europa, ditados pelos magos e feiticeiros da época.       PARA O PRIMEIRO ENCONTRO As   relações   sexuais   antes   do   casamento   são   proibidas   pelas   tradições   e   pelas   leis   ciganas.   Como   em   toda   parte   do   mundo   e   com   todas as demais pessoas, tudo que é proibido tem um sabor mais intenso e é mais desejado.      Uma   mulher   chegar   virgem   ao   casamento   é   uma   questão   de   honra   para   os   ciganos   tradicionalistas,   mas   isso   nunca   impediu   que homens e mulheres se amassem, mesmo não sendo casados. Tanto   o   homem   quanto   a   mulher,   seja   na   primeira   noite   de   núpcias   ou   num   encontro   ansiosamente   esperado   por   eles,   fatalmente subirão ao leito vestindo exatamente cinco peças o homem e sete peças a mulher.      Ela usará lenço, blusa, saia, faixa na cintura, anágua, calcinha e sutiã. O homem usará lenço, camisa, calça, faixa na cintura e sunga.      PARA SUCESSO NO SEXO Tanto   os   homens   quanto   as   mulheres   ciganos,   quando   vão   para   um   relacionamento   sexual,   sabem   que   podem   tirar   desses   momentos prazer e felicidade, dando e recebendo carinhos e atenção. A   cultura   do   egoísmo   no   amor   não   é   própria   desse   povo,   que   vê   na   satisfação   a   dois   uma   troca   de   energias   em   que   os   dois   saem ganhando. Assim, quanto mais prazer proporcionam, mais cada um deles recebe.     São    inúmeras    as    simpatias    que    têm    esse    objetivo    de    tornar    tudo    perfeito    na    alcova.    Há    uma    delas,    muito    simples    e    muito significativa, que tem sido, com certeza, uma das mais usadas.     Quando   vão   para   o   encontro,   o   homem   tira   um   anel   que   esteja   usando   e   a   mulher   solta   um   lenço   de   seda   que   usa   nos   cabelos.   Esse lenço   é   passado   por   dentro   do   anel,   até   a   metade.   Esse   talismã   é   posto   sob   os   travesseiros   do   leito   de   amor   e   só   é   desmanchado quando vão embora.     PARA TENTAR UM HOMEM As   mulheres   ciganas   são   especialistas   na   arte   de   sedução.   Muitas   delas   têm   segredos   que   somente   são   revelados   a   suas   filhas   e   destas para as netas, sem que nenhuma outra pessoa tome conhecimento deles.     Isso   as   torna   absolutamente   surpreendentes,   principalmente   para   um   homem   que   tem   a   sorte   de   conquistar   mais   de   uma   cigana, pois cada uma delas será imprevisível no leito.      Um   dos   segredos   mais   comuns   consiste   em   misturar   o   perfume   predileto   com   canela,   cravo-da-índia,   alecrim   ou   outras   plantas aromáticas, criando um perfume único.      Quando   vão   para   um   encontro   íntimo,   elas   se   banham   totalmente,   com   um   sabonete   neutro.   Depois   passam   o   perfume   apenas   na região   das   virilhas.   Dali   o   perfume   parece   se   espalhar   por   todo   o   corpo   delas,   inclusive   no   hálito,   o   que   torna   um   desafio   e   um   prazer adicional descobrir onde está a fonte do seu perfume.      PARA UMA BRINCADEIRA DE ALCOVA     Na   intimidade   de   uma   alcova   tudo   é   permitido,   desde   que   de   comum   acordo.   Entre   os   ciganos   não   é   diferente.   Talvez   a   sua criatividade, no entanto, seja mais intensa e ardente.     Uma   dessas   brincadeiras   de   alcova   muito   usada   entre   os   ciganos   é   a   noiva   apanhar   um   anel   ou   uma   jóia   do   homem   e   escondê-la   em seu corpo, de alguma forma e como ela desejar.     A   ele   caberá   a   deliciosa   e   excitante   tarefa   de   encontrar   o   que   foi   escondido.   Para   o   homem,   isso   é   mais   que   um   exercício   de paciência,   pois   a   ele   é   determinado   por   ela   a   maneira   como   a   busca   deve   ser   feita:   apenas   com   os   lábios,   com   os   dedos,   com   os   pés   ou seja lá o que for que a imaginação dela estipular.  PARA FAZER UM FEITIÇO DE AMOR     As   poções   mágicas,   que   tanto   sucesso   fazem   nas   histórias   românticas   de   cavalaria   da   época   das   Cruzadas,   que   muita   gente   pensa tratar-se de lenda ou de ficção, aparecem também em outras culturas e em outras lendas.      Para   os   ciganos,   que   tiveram   contato   com   a   maioria   dos   povos   da   antigüidade,   os   feitiços   de   amor   e   outros   são   muito   conhecidos   e até hoje praticados.  Metais   como   o   ouro   e   pedras   como   o   diamante,   o   rubi   e   a   esmeralda,   por   exemplo   sempre   foram   considerados   poderosos   afrodisíacos, utilizados como ingredientes de algumas poções realmente fantásticas para provocar o amor e a paixão em uma pessoa.     Uma receita simples, mas de grande poder, pode ser feita por quem quiser se iniciar nessa arte cheia de magia e de prazer.      Numa   noite   sexta-feira,   às   22:00   horas,   à   luz   de   sete   velas   vermelhas,   dispostas   em   círculo,   pegue   uma   pérola,   uma   esmeralda,   um rubi   e   um   diamante   e   coloque   dentro   de   uma   taça   de   ouro.   Ponha   vinho   branco   até   a   metade   da   taça,   depois   cubra   com   um   lenço vermelho e deixe no centro das velas acesas.  Quando   as   velas   chegarem   à   metade,   junte   à   bebida   uma   lágrima   de   cada   olho,   completando   com   vinho   tinto.   Espere   até   que   todas   as velas se apaguem, retire as jóias do interior da taça e vá oferecê-la ao homem ou à mulher que deseja conquistar e levar para a cama.       PARA UM HOMEM SER MAIS CARINHOSO     Dificilmente   um   cigano   não   é   carinhoso   com   a   mulher   que   ama,   pois   ser   gentil   e   atencioso   no   leito   faz   parte   de   sua   natureza.   Pode acontecer   de,   por   um   problema   ou   outro,   ele   se   encontrar   tenso   ou   nervoso.   Ao   perceber   isso,   a   cigana   imediatamente   tratará   de   fazer a seguinte simpatia.     Pegar   um   copo   de   cerveja   gelada   ou   um   cálice   de   aguardente,   colocar   dentro   um   crucifixo   de   ouro   que   se   use   normalmente   e   rezar um Pai Nosso. Retirar o crucifixo e levar a bebida para ele.     PARA MANTER O FOGO ACESO      Uma   das   regras   dos   ciganos,   nas   questões   de   alcova,   é   jamais   deixar   um   problema   acontecer,   para   solucioná-lo   em   seguida.   Como em todas as situações, a prevenção sempre foi considerada a melhor estratégia. Para   isso,   há   algumas   simpatias   que   são   feitas   quase   que   naturalmente,   em   determinados   períodos   do   mês.   Na   Lua   Crescente,   por exemplo, é costume o casal beber junto, no mesmo copo, cerveja, vinho ou aguardente, colocando dentro um anel de cada um.     Na Lua Nova, costumam usar lençóis ou fronhas vermelhos em suas camas.  Na Lua Crescente, esses lençóis são alaranjado. Na Lua Cheia, costumam ouvir música e dançar, antes de irem para a cama.  PARA TRAIÇÕES As   ciganas   são   naturalmente   ciumentas,   mesmo   que   seus   maridos   jamais   tenham   dado   qualquer   sinal   de   que   possam   ter   um   caso   fora do   casamento.   Também   aqui,   a   prevenção,   segundo   elas,   sempre   foi   muito   melhor   do   que   ter   de   remediar   ou   amargar   aquela   coisa desagradável na testa.     Há   inúmeras   dessas   simpatias   preventivas,   para   evitar   a   traição   do   homem.   Entre   elas,   uma   das   mais   comuns   é   tecer,   direto   no   pulso do seu homem, uma pulseira feita com fios de seus próprios cabelos, misturados com fitas vermelhas bem finas.      PARA DAR PRAZER A UMA MULHER Os    ciganos    têm    uma    interessante    estratégia    de    conquista.    Quando    conseguem    levar    uma    mulher    para    a    cama,    simplesmente empregam   toda   a   sua   criatividade   e   toda   a   sua   experiência   para   dar   a   ela   o   máximo   de   prazer,   sem   se   preocupar   muito   com   o   próprio prazer. Isso, segundo eles, é o golpe final na conquista, pois, a partir daí, a mulher estará totalmente submissa ao seu poder.      Essa   primeira   vez,   portanto,   é   da   máxima   importância   para   eles   que   procuram   se   cercar   de   todas   as   garantias,   inclusive   lançando mão de uma simpatia bem masculina.  Antes   de   ir   para   a   cama   com   a   mulher   conquistada,   ele   pega   sua   melhor   faca   ou   seu   melhor   punhal,   lambuza   a   lâmina   com   azeite   e mel, depois a espeta numa fruta madura.      PARA SATISFAZER UM HOMEM     As   ciganas,   com   o   tempo,   acabaram   descobrindo   a   simpatia   dos   homens,   para   lhes   dar   prazer   na   primeira   vez   e   copiaram   a   idéia.   Isto porque, muitas vezes, o relacionamento entre um casal começa por iniciativa da mulher.  Assim, nada mais útil para elas que lançar mão da mesma estratégia que, para os homens, sempre havia funcionado.      A   cigana,   no   primeiro   encontro,   também   se   preocupará   em   realizar   todos   os   sonhos   e   fantasias   de   seu   amante.   Para   proporcionar isso, ela o fará beber vinho direto no bico de seus seios.     PARA USAR O CIÚME COMO TEMPERO Os   ciganos   sabem   que   o   ciúme   pode   ser   um   tempero   muito   especial   no   seu   relacionamento   íntimo,   desde   que   devidamente   dosado. Para   isso,   tanto   o   homem   como   a   mulher   acabam   lançando   mão   de   uma   simpatia   muito   antiga   entre   esse   povo,   muito   eficiente   desde que a outra pessoa não descubra que isso está sendo feito  Quando o sol estiver se escondendo, murmurar o nome da pessoa amada por três vezes, com os olhos voltados para o poente.                Observação:   uma   variação   dessa   simpatia   também   é   usada   freqüentemente   e   consiste   em   servir   um   cálice   de   aguardente,   no momento   em   que   o   sol   se   esconde,   beber   metade,   depois   dizer   em   voz   alta   o   nome   da   pessoa   amada   e   atirar   o   resto   da   bebida   no fogo