Contatos 11 3492-0169 11-5513-6064        11- 98255-6755 HOME VOLTAR PRÓXIMA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
CRIANÇAS  Nós,   ciganos   temos   uma   preocupação   muito   grande   com   nossas   crianças,   principalmente   no   que se   refere   às   tradições   e   ao   caráter.   Todas   devem   ser   instruídas   e   educadas   segundo   os   princípios da tribo, sem se descuidar, porém, da educação normal, essa feita conforme as leis dos gadjos.     São   crianças   como   todas   as   outras,   que   adoram   brincar   e   estudar,   bem   como   ouvir   histórias das   pessoas   mais   velhas.   É   nessas   oportunidades   que   as   tradições   e   os   costumes   da   raça   são transmitidos,   muito   embora,   ultimamente,   o   estilo   de   vida   sedentário   esteja   atraindo   cada   vez mais   os   jovens   ciganos,   levando-os   às   universidades,   onde   estão   se   especializando   não   apenas para atender os seus, mas as pessoas em geral.     O   que   se   observa   hoje   é   um   lento,   mas   gradual   distanciamento   das   antigas   tradições.   Os   mais velhos   ainda   as   cultuam,   mas   parece   que   os   mais   jovens   estão   se   apegando   muito   mais   aos   valores   da   sociedade   de   consumo   e   do meio em que vivem.      Mesmo   assim,   defensores   ardorosos   da   liberdade   em   todos   os   sentidos,   nós   não   vemos   motivos   para   impedir   que   nossos   jovens arrisquem   vôos   mais   altos.   O   que   fazemos   é   criar   meios   de   preservar   nossa   cultura,   onde   se   incluem   nossas   simpatias   e   nossos conhecimentos ocultos.  PARA SONO TRANQÜILO     Quando   uma   criança   passa   a   não   dormir   tranqüila   durante   à   noite,   afirmam   os   ciganos   que   é   Beng,   manifestando   sua   vontade   e ameaçando-a. Normalmente ele procura uma criança, que é o ser mais inocente e desprotegido existente.  Para   combatê-lo,   a   simpatia   mais   comum   é   pegar   um   cálice   ou   uma   taça   de   prata   com   água   e   colocá-la   sob   o   berço   ou   a   cama   da criança,   assim   que   ela   for   dormir.   No   dia   seguinte,   jogar   essa   água   fora   e   lavar   o   cálice   ou   taça   em   água   corrente,   deixando   secar   ao sol. Repetir por sete dias.                Observação:   se   além   da   intranqüilidade   a   criança   acordar   à   noite   gritando   ou   chorando,   colocar   a   vasilha   de   prata   sob   a   cama   ou berço e em seguida pôr dentro uma brasa viva. Repetir durante os sete dias.       PARA SE SAIR BEM NA ESCOLA A   cada   dia,   mais   e   mais   jovens   ciganos   estão   se   dedicando   aos   estudos   e   procurando   ampliar   seus   horizontes   profissionais.   Muitos pais,   com   visão   de   futuro,   estão   estimulando   esse   tipo   de   atitude   e   até   apoiando,   com   simpatias   como   esta,   que   visam   dar   a   eles todas as chances necessárias para obterem sucesso.  No   primeiro   dia   letivo   de   seus   filhos,   a   cada   ano,   as   mães   ciganas   escrevem   o   nome   do   filho   numa   vela   azul,   depois   a   acendem,   sobre uma Bíblia.      PARA MICÇÃO NOTURNA     Até   que   as   crianças   aprendam   a   controlar   totalmente   as   funções   da   bexiga,   este   pode   ser   um   problema   constante,   principalmente se a criança desenvolve assaduras com facilidade ou já passou da idade de usar fraldas.     Para   isso,   usam   uma   simpatia   muito   simples.   É   só   estender   sob   o   lenço   da   cama   ou   do   berço   da   criança,   uma   calça   comprida   usada do   pai   dela.   Se   nas   primeiras   vezes   a   criança   urinar,   no   dia   seguinte   a   peça   deve   ser   lavada,   secada   ao   sol   e   posta   de   novo   no   lugar. Insistir até a criança passar sete dias completos sem urinar na cama.      PARA CIÚMES ENTRE IRMÃOS     Embora   possa   não   ser   evidenciado,   os   filhos   sentem   ciúmes   dos   pais,   principalmente   se   estes   demonstram   preferência   por   um deles, coisa que deve ser vigiada para que não aconteça. Mesmo assim, o ciúme vai existir e deve ser combatido com uma simpatia muito simples até, mas de grande eficiência.  Numa   sexta-feira   de   Lua   Cheia,   escreva   o   nome   deles   numa   só   folha   de   papel,   depois   enrole   e   amarre   no   meio   com   uma   fita   branca. Esse canudinho deverá ser amarrado depois ao tronco de um galho fino e flexível, podendo ser taquara, bambu ou salgueiro.       Nada comentar com eles.       PARA COMBATER MANIAS INFANTIS As   crianças   muitas   vezes   desenvolvem   certas   manias   que   são   difíceis   de   serem   eliminadas,   à   medida   em   que   elas   vão   crescendo. Entre elas, está a de se apegar a um objeto em especial, levando-o para toda parte, como se fosse um bichinho de estimação.  Normalmente   isso   passa   logo,   mas   se   persistir,   deve   ser   desestimulado   e,   para   isso,   nada   como   usar   uma   simpatia,   que   fará   isso   sem traumas e sem maiores complicações. Quando   a   criança   dormir,   amarre   uma   fita   amarela   no   dedão   do   seu   pé   esquerdo.   Se   ela   tirar   durante   o   sono,   insista.   Repita   até   que ela tenha se esquecido de sua mania.      PARA AUMENTAR AS DEFESAS ESPIRITUAIS Os   ciganos   que   vieram   da   Europa,   principalmente,   trouxeram   algumas   lendas   que   até   hoje   existem   entre   nós.   Uma   delas   fala   das crianças   não   batizadas,   ameaçadas   pelos   lobisomens,   nas   noites   de   lua   cheia.   Por   isso,   qualquer   família   cigana,   tão   logo   nasça   um novo membro, cuidam não apenas de realizar o batizado ritual, mas de reforçar suas defesas espirituais.     Uma   simpatia   muito   utilizada   é   a   seguinte:   na   primeira   noite   de   Lua   Cheia   após   o   nascimento   da   criança,   três   taças   devem   ser preparadas.   A   primeira,   de   ouro,   deverá   conter   leite   materno.   A   segunda,   de   prata,   leite   de   uma   jumenta.   A   terceira,   de   estanho,leite de   uma   cabra.   Às   nove   horas   em   ponto,   a   criança   deverá   tomar   pelo   menos   uma   gota   de   cada   um   desses   recipientes,   na   ordem   em que foram apresentados acima.  Após isso, com a mão esquerda na testa e a direita no peito da criança, a mãe deverá rezar em voz alta o Pai Nosso.       PARA DOR NA BARRIGA     É   praticamente   impossível   controlar   a   alimentação   de   uma   criança,   principalmente   quando   ela   é   criada   em   liberdade.   Há   muitas frutas   que   são   comidas   verdes   e   muita   mistura   de   alimentos   às   vezes   incompatíveis   um   com   o   outro,   o   que   resulta   em   freqüentes dores na barriga. Como   não   se   deve   aplicar   medicamentos   indiscriminadamente,   sem   um   diagnóstico   correto,   que   deverá   ser   feito   por   um   médico,   nos casos em que a criança reclamar de dor na barriga, preparar um     chá   de   poejo,   adoçar   com   mel   e   fazê-la   beber   uma   xícara.   Aplicar   também   compressas   de   água   fervida   com   alho,   usando,   para   isso, um lenço vermelho ou uma toalha dessa mesma cor.     PARA A INSEGURANÇA A    criança    deve    ser    estimulada    a    não    ter    medo    de    coisas    tolas,    como    escuridão    e    barulhos    inesperados.    Reforçando-se    a    sua segurança, com certeza se terá um adulto equilibrado no futuro.     Às   primeiras   manifestações   de   insegurança   ou   de   medo,   fazer   uma   simpatia   para   combater   isso,   que   resolverá   prontamente   esse problema. Plante,   num   vaso   de   barro   ou   cerâmica,   uma   muda   de   espada-de-são-jorge   e   uma   de   comigo-ninguém-pode.   Durante   o   dia,   deixe-a num   local   adequado   para   o   desenvolvimentoda   planta.   À   noite,   porém,   coloque-a   ao   lado   da   cabeceira   da   cama   ou   do   berço   da criança. Repita isso por trinta dias seguidos.  Se eventualmente uma ou ambas as plantas secarem, refaça imediatamente a simpatia. PARA A SAÚDE A   vida   ao   ar   livre,   movimentada   e   alegre   sempre   foi   muito   preciosa   para   nós   ciganos,   porque   é   um   meio   saudável   de   se   criar   filhos. Nas   grandes   cidades,   isso   não   tem   sido   possível   mais,   pois   sofremos   os   mesmos   problemas   de   segurança   e   de   violência   que   assolam   a população como um todo.  Aquela liberdade perdida se reflete na saúde das crianças. Por isso, a cada dia mais usamos a seguinte simpatia:  Para   cada   uma   das   crianças   que   dormem   num   mesmo   aposento,   plantar   um   vaso   grande,   com   pelo   menos   três   tipos   diferentes   de plantas, sendo uma frutífera, uma flor e a outra, madeira de lei.     Orientar cada criança para que cuide diariamente de seu vaso.      PARA CRIANÇAS MUITO ATIVAS     Entre   os   ciganos   também   existem   aquelas   crianças   muito   ativas,   que   não   ficam   quietas   um   segundo   e   precisam   estar   em   constante movimento, quase enlouquecendo os pais, que precisam vigiá-la atentamente e estar a todo momento correndo atrás delas.  Alguns, porém, preferem usar uma simpatia antiga e natural para mantê-las mais calmas.     Pela   manhã,   após   o   almoço   e   o   jantar,   dê   à   criança   um   refresco   feito   com   chá   de   casca   de   mexerica   ou   bergamota.   Adoce   com   mel ou com açúcar cristal.     PARA CRIANÇA MANHOSA     Toda   mãe   percebe   logo   quando   a   criança   esta   fazendo   manha   ou   quando   tem   realmente   algum   problema.   Só   que,   muitas   vezes,   a manhã é sinal de um problema que pode passar despercebido, se a mão não estiver atenta.   Para   que   isso   não   aconteça,   sempre   que   dar   banho   em   seu   filhinho   ou   filhinha,   comece   com   o   alto   da   cabeça,   descendo   para   a   nuca. Depois lave o rosto e o resto do corpo. Jamais começa o banho pelas pernas ou pelos pés.      PARA OLHOS DE ÁGUIA     Os   ciganos   sempre   se   vangloriaram   de   seus   olhos   de   água,   capazes   de   reconhecer   a   raça   de   um   animal   ao   longe   ou   as   cores   de   uma roupa   à   distância.   Parte   é   genético,   parte   é   fruto   de   uma   tradição   antiga,   cujos   resultados   ainda   hoje   são   visíveis,   já   que   muito   poucos ciganos usam óculos.     Para   ter   essa   visão,   os   pais   costumam   fazer   uma   simpatia   muito   simples   com   a   criança,   nos   primeiros   sete   dias   de   vida.   Lavam   seus olhos, pela manhã, com água mineral, posta numa taça de ouro, juntamente com pétalas de rosas brancas. PARA SER DE OPINIÃO     A   honra   e   a   palavra   de   um   cigano   são   preciosas   para   ele.   Em   suas   relações   com   os   gadjos   esses   conceitos   podem   até   ganhar   um outro significado, mas entre os membros da raça, isso é defendido vigorosamente como um costume sempre preservado.     Para incutir isso nas crianças, desde a mais tenra idade, uma simpatia é feita, num ritual simples, mas de grande valor simbólico.  Quando   a   criança   completa   sete   anos,   sete   buracos   são   abertos   ao   redor   do   acampamento   e   sete   sementes   de   árvores   são   plantadas por ela e pelo pai. Na falta do pai, um tio ou uma pessoa mais velha faz esse papel.