Contatos 11 3492-0169 11-5513-6064        11- 98255-6755 HOME VOLTAR PRÓXIMA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
CURSO O BARALHO CIGANO NA VISÃO OCULTISTA E ESOTÉRICA OS CIGANOS E AS FORÇAS DA NATUREZA Ao jogar o Baralho Cigano, é óbvio que o Povo Cigano o faz seguindo seus próprios costumes e tradições. Ao longo de todo este nosso trabalho, está bastante evidente que estamos apresentando as cartas ciganas como um Oráculo simples, aoalcance de qualquer pessoa que se prepare para tal, assim como é possível se jogar ou manipular todos os Oráculos que citamos anteriormente, ainda que cada um deles também esteja ligado a alguma tradição. Aliás, é esta simplicidade do Baralho Cigano que faz com que seja possível encontrar, também, nos mais variados livros sobre o assunto, os mais variados métodos de jogo. Nossos esforços tem sido o de mostrar que, por sua característica simples e linguajar de fácil entendimento, o Baralho Cigano se transforma em um ótimo conselheiro e de comprovada eficiência em assuntos práticos, embora com o aprofundamento de seu estudo o Oraculista vai percebendo aspectos mais importantes em seus significados. Nosso trabalho tem sido o de mostrar ou dar ênfase aos cuidados básicos a serem observados quando lidamos com questões espirituais, ou seja, com algo que, queiramos ou não, nos leva a manipular Forças da Natureza e, também, se conectar com inteligências espirituais. No que se refere às Forças da Natureza vamos dar um breve esclarecimento sobre elas e sua presença, não somente nos Rituais Ciganos, bem como, em todos os procedimentos de Magia. Mesa de Jogo: Por estarmos aqui falando do Baralho Cigano como um Oráculo, vamos recuar e rever o sentido da palavra Oráculo: "resposta que, em crença da antiguidade, os Deuses davam às perguntas que lhes eram dirigidas." Portanto, a mesa de jogo representa o "altar" deste encontro. Aliás, vale lembrar que, a finalidade de todo Altar é exatamente servir de canal ou ponto de contato com outros planos e dimensões, sendo uma verdadeira ponte para o Infinito. Por essa razão, a mesa deve ser preparada de maneira simples, porém, com os elementos básicos que representem os Quatro Elementos da Natureza. Deve ser de preferência redonda e forrada com uma toalha usada exclusivamente para isso. Obs: Se não for na mesa, pode-se escolher um canto e ali colocar os objetos representativos dos quatro elementos Material para a Mesa de Jogo: Lenço florido que servirá como toalha (mas pode ser branca se desejar) Vela Castiçal (não tendo pode ser um copo com água) Cristal 5 moedas douradas ou de cobre (coloca-se uma em cada canto da mesa, sendo que a quinta moeda fica na frente da pessoa para quem se está jogando, ou seja, o consulente) Punhal (coloca-se sobre o copo ou taça, apontado para a pessoa para quem se está jogando, o consulente). Porta incenso ou incensário Baralho Cigano, que deverá ficar sempre no centro da mesa Mais adiante você verá o significado desses objetos. Os Quatro Elementos da Natureza: Seja na confecção de um Altar ou qualquer outro lugar que se destine ao uso místico ou adivinhatório, a presença de objetos simbolizando os Quatro Elementos da Natureza (Água, Ar, Terra e Fogo), se faz muitíssimo necessária, portanto, é bom representá-los, também, na Mesa de Jogo. OBS: É bom lembrar que a composição da Mesa com os Quatro Elementos, assim como a Consagração do Baralho e dos demais objetos usados (Velas, Incenso, Água, Cristais, Punhal e etc), destina-se a criar um campo magnético a fim de: Abrir os canais intuitivos do Oraculista; Sintonizar o Consulente na consulta; Servir de proteção a ambos (Consulente e Oraculista) e proteger, também, o ambiente, contra ataques negativos de Entidades do mundo astral, não desejosas que o Consulente busque orientações ou soluções para seus problemas (normalmente isso se dá quando a pessoa esta passando por um processo obsessivo, ocasião em que, os Espíritos envolvidos na questão, podem até interferir na interpretação do jogo, razão pela qual, é muito importante que os procedimentos que daremos mais adiante sejam observados com muita atenção, principalmente quando estivermos falando do preparo pessoal no dia em que se for trabalhar com as Cartas.) Os Ciganos e os Quatro Elementos da Natureza: Como dissemos anteriormente, os Quatro Elementos da Natureza estão presentes em todos os rituais mágicos e, é lógico, também não poderiam estar ausentes nos Rituais Ciganos, sendo eles um Povo tão místico e, por isso mesmo, mágico. Terra: Nas tradições místicas, a terra funciona como um "filtro" magnético, cuja finalidade principal é absorver as energias impuras, transformando-as em elementos puros, capazes de aliviar as cargas negativas. A Terra é representada nos rituais Ciganos pelas Moedas (normalmente se colocam na mesa 5 moedas douradas ou de cobre) e também pelo Cristal. Nos rituais mágicos, de um modo geral, o Elemento Terra é representado pelos Cristais: Quartzo-branco - Um Cristal de uso bastante generalizado e que, normalmente, está presente em vários rituais e Altar. Ametista - Por ser uma pedra que favorece a intuição e a clarividência, é mais do que natural e justificada a sua presença na mesa, principalmente em forma de druza (Cristal com uma única base e várias pontas), quando, então, funciona como transmutadora de energias negativas em positivas. Amazonita - Esta é a pedra dos Oraculistas, por isso também de bastante utilidade na mesa. Elemental da Terra: Os Gnomos, que favorecem questões relativas a dinheiro, além de ajudar a resolver problemas de ordem prática, ou seja, questões ligadas ao cotidiano. Água: Símbolo da energia feminina, das emoções e do inconsciente, a Água está ligada à fertilidade e à maternidade, tendo dois significados místicos: Água salgada dos oceanos (que recebe todos os tipos de detritos materiais e espirituais, sendo importantíssima nos rituais de exorcismos); Água doce dos rios e das fontes (traz em si mesma uma energia cheia de vida, que faz a ligação do Homem com Deus). O Cálice, o copo ou a taça com água, representa, no Ritual Cigano, o Elemento Água, simbolizando a Essência Divina. Elemental da Água: Ondinas (Regem as emoções e os sentimentos e, por isso, podem nos ajudar a tomar decisões relacionadas ao amor ou a superar mágoas) Ar: Ao contrário da Água, o ar é o elemento masculino da Natureza. Seu sentido é duplo: perceptível (a atmosfera, ou seja, o ar que respiramos) e imperceptível (plano espiritual ou astral). Por esta razão, podemos entender porque o Ar atua como intermediário entre o mundo espiritual e o material. Nos ritos Ciganos o Ar é representado pelo Incenso que, ao queimar, libera as energias positivas e mágicas de seus aromas. Eis alguns dos aromas que poderão ser utilizados: Sândalo - Atua no desenvolvimento e expansão da intuição. Mirra - Assim como o Sândalo, também é benéfico para a intuição. Acácia - Favorece muito a meditação e a concentração. Rosa Musgosa - É um Incenso muito usado pelos Rosa-Cruzes e que muitos Oraculistas gostam de utilizar. OBS: No intervalo de uma consulta para outra, acenda um novo Incenso, abra o Baralho em leque e passe-o na fumaça do Incenso, e em seguida, deixe o mesmo queimando num canto. Elemental do Ar: Silfos (trazem clareza de pensamento e estimulam as pessoas a descobrir verdades. Com sua ajuda, percebemos mais facilmente a lógica das coisas). Fogo: Assim como o Ar, o Fogo também é um elemento masculino, simbolizando a alma, a vida humana, a energia sexual, as paixões, a energia cósmica e a afetividade. Dos
01