Contatos 11 3492-0169 11-5513-6064        11- 98255-6755 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS VOLTAR PRÓXIMA HOME
 Entre os Inimigos dos Homens estão também as Àjé (Feiticeiras) e os Osó (feiticeiros), que utilizam seus poderes para fins maléficos. Dentro da Cultura Iorubá, acrescenta-se ainda a esse hall, Àrùn (a doença) e Ìkú (a Morte), mas a morte pré-matura e não a morte natural. Alguns mitos relatam Àrùn como a esposa de Ìkú, e que através deles nasceram todas as enfermidades existentes no mundo, que conseguiram escapar do mundo sobrenatural. Muitos de seus filhos ainda se mantém enclausurados no òrún, esperando uma oportunidade para se estabelecer no àiyé. A fim de mantê-los afastados de nossas vidas, se faz necessário combiná-los harmonicamente com os poderes sobrenaturais bons, que são obtidos e fortalecidos através das oferendas e dos sacrifícios às divindades que prestamos culto, sobre tudo, os Ritos de Orí. Kó má Ìkú Kó má Àrùn Kó má s'ejo Kó má s'òfò Kó má s'egba Kó má s'èpè Kó má s'èwon Kó má ibi gbogbo Àarin dede wa wúre Kóribe Kose Àse Nada de Morte Nada de Doenças Nada de problemas Nada de perdas Nada de paralisias Nada de maldições Nada de aprisionamento Nenhum tipo de maldade Entre todos nós Assim seja ! Ebós Ebós (trabalhos mágicos), banhos, Pós, encantamentos diversos. Ebós = Trabalhos Espirituais Os trabalhos espirituais, recomenda- se que para obterem um bom resultado, deverão ser feito por uma pessoa experiente ou iniciada na antiga ciência espiritual. Procure seu Zelador de Orixá ou seus mais velhos. EBO DE Exú PARA ABRIR CAMINHOS E TIRAR TODA NEGATIVIDADE. 4 Pades, Oti, Omi, Epo, Wewim, enrolados em folhas de làrá pupa. 7 akasas com epô. 7 punhados de duburu. 7Ovos. 7 bolas de farinha de mandioca de mesa. 7 pregos. 7 Velas brancas. 1 Garrafa de Oti. Morim preto e vermlho Alguidar numero 1 ou 2. Passar todos os ingredientes no corpo e ir colocando no aguidar. Por último os morim, fazer uma trouxa com os morim e despachar em boca de mata ou encruzilhada de Exu. Abrir o morim arrumar o alguidar, derramar o oti em forma de círculo e colocar o restante junto do aguidar, e acender as 7 velas ao redor. Pedir para que Exù, quebre tudo o que tiver de ruim, e para que ele abra os caminhos. EBÓ PARA ABERTURA DE CAMINHO OFERECIDO A OGUN  ½ kg de cada tipo de miúdo de boi; 1 inhame bem grande; 1 alguidar grande; 21 palitos. Cozinhe os miúdos e o inhame (com casca) separadamente. No alguidar, coloque os miúdos e o inhame, cravejado de palitos em cima. Leve essa oferenda numa trilha de mata e peça para Ogun abrir seus caminhos, trazendo fortuna e prosperidade PÓ DE EXÚ PARA ABRIR CAMINHO. Raspa de um assentamento de Exú; Pó de sete búzios triturado; Pemba preta, cinza e vermelha; Cinza de fogueira; Folha de manzá; Folha de coroa de Cristo; Areia de praia; 1 cabaça média. Triturar todos os ingrediente, utilizando um pilão, colocar dentro de uma cabaça pequena. colocar a cabaça no quintal de sua casa, onde tenha terra, coloque essa cabaça em cima de três cédulas de dinheiro corrente, pedindo a Exú que abra os seus caminhos e não permita que você passe por necessidades. Deixe no tempo durante 7 dias, num lugar onde ninguém mexa. Ao final desse tempo, coloque um pouco desse pó sobre cada nota do dinheiro, dobrando-as e colocando-as em sua carteira, soprar este pó, em frente ao seu comércio ou na frente da empresa que você trabalhe. BANHO PARA FICAR MAIS ATRAENTE. 1 bacia de ágata virgem; 200 g. de sândalo em pó; 3 colheres de açúcar cristal; 1 colher de pau (sem uso); 1 vidro de perfume de alfazema; 1 vidro de 1 litro água de rosas. Misture todos os ingredientes na bacia, mexendo com a colher de pau no sentido horário. Deixe descansar durante três dias, mexendo de vez em quando. Coloque essa poção num recipiente (de preferência escuro), para utilizá- lo quando quiser ficar mais atraente, usando uma pequena parte do líquido e um pouco de água fria. Depois de tomar um banho normal, jogue esse preparado no corpo inteiro diluido em um balde de agua. ENCANTAMENTO PARA CURAR SARAMPO. Passe três moedas, de igual valor, no corpo do doente, pedindo a cura para essa pessoa. Depois disso, vá até um lugar descampado, onde tenha caminhos ou trilhas, de preferência a trilha de mata, e jogue essas moedas por cima dos ombros, não olhando para trás até chegar em casa. Peça para os espiritos da natureza, Oxossi e Ossain retirarem toda as doenças. Obs.: Não deve jogar as moedas na rua. BANHO DE ERVAS PARA AFASTAR EGUN (eguns – espíritos obsessores) 3 ou 4 folhas de mangueira; 1 galho pequeno de arruda; folha de arueira; um punhado de abre caminho; cravos vermelhos; 1 casca de manacá; 1 kg de canjica branca cozida; 1 pote de barro médio. Prepare esse banho antes das seis horas da manhã. Macere todas as ervas, colocando-as dentro do pote, juntamente com a água do cozimento da canjica. Tome esse banho ao ar livre, da cabeça aos pés, pedindo que os eguns e as más influências vão embora. A canjica deve ser colocada numa tigela branca (virgem) e oferecida a Oxalá, para que a paz e as energias positivas venham para essa pessoa. Fazer os pedidos em voz alta. MISERICÓRDIA PARA PESSOAS GRAVEMENTE ENFERMAS OU DESENGANADAS (OXALÁ) 2 tigelas brancas grandes; 2 kg de canjica; 3 velas de sete dias; 1 traje completo da pessoas enferma (camisa, calça, roupas íntimas, meias, lenço ou boné); 1 lençol branco. Cozinhe a canjica até amolecer, colocando um pouco de mel e uma pitada de sal na água. Depois de coada e fria, coloque a canjica nas duas tigelas. Faça com que o doente use a roupa durante um dia inteiro. Monte, no chão, uma espécie de boneco, colocando, na ordem, o boné ou lenço, a camisa, a calça, as roupas íntimas embaixo e as meias (escolha um local onde ninguém tenha acesso). Coloque uma das canjicas perto do boné (cabeça) e a outra perto das meias (pés). Acenda a primeira vela perto da roupa, pedindo a misericórdia de Oxalá para essa pessoa (pronuncie o nome dela em voz alta). Deixe as roupas e a canjica descansarem por sete dias (ninguém pode tocar). Ao final dos sete dias, as canjicas devem ser oferecidas a Oxalá embaixo de uma árvore frondosa (não pode ser árvore com espinhos ou seringueiras, que pertencem ao orixá Exú), após as dezoito horas. As roupas devem ser usadas pelo doente por mais um dia. As outras duas velas devem ser acesas, uma após a outra, em substituição à que se apagou. Faça muitos pedidos de misericórdia ao Orixá Oxalá. Obs.: Qualquer pessoa pode preparar esse ebó. SIMPATIA DE OSSAIN PARA CURAR ASMA 1 alguidar grande; 1 folha de bananeira; 1 pedaço de fumo de rolo; mel; 1 vela branca. Coloque, sobre a folha de bananeira, o fumo e o mel. Deixe tudo aberto sobre o alguidar. Leve essa oferenda a uma praça bem limpa ou a uma floresta. Pronuncie três números: sete, quatorze e vinte e um e peça que Ossain, orixá da cura, tire toda a asma que aflige a pessoa (falar o nome do doente). De preferência, faça isso numa quinta-feira. Não esqueça da paga de Exú primeiro. EBÓ PARA PEDIR FORTUNA A EXÚ. 1 alguidar grande; 1 kg de farinha de mandioca crua; 1 bife grande e suculento; azeite de dendê; mel; pimentas dedo de moça; feijão fradinho; 3 cebolas médias; 1 garrafa de pinga; 1 vela branca; 1 punhado de moedas. Frite o bife no azeite de dendê, sem passar demais. Numa das metades do alguidar, coloque a farofa de dendê e, na outra, uma farofa de mel. Coloque o feijão fradinho em toda a volta do alguidar e, por cima das farofas, o bife enfeitado com as rodelas de cebolas e as pimentas. As moedas devem ser colocadas em volta do alguidar. Leve essa comida embaixo de uma árvore de Exú (seringueira ou arvores que tenham espinhos), acendendo uma vela ao lado para localizá-la. Abra a garrafa, fazendo um círculo com a pinga em volta da oferenda. Peça, em voz alta, a Exú que lhe traga fortuna, prosperidade, fertilidade, caminhos abertos, etc  EBÓ PARA OGUM XOROQUÊ 1 alguidar grande; PÓ DE AXÉS 2 kg de feijão preto; 3 garrafas de cerveja; 1 copo. 1 nós moscada; 1 dandá da costa; 1 punhado de cravos da Índia; canela em pó; 2 inhames grandes; toucinho de porco; azeite de dendê. Rale ou soque todos os ingredientes, guardando o pó num recipiente adequado. Esse pó poderá ser soprado dentro de casa ou no seu local de trabalho, pedindo prosperidade, ou, até mesmo, ser passado em pessoas pedindo para afastar as más influências. Cozinhe o feijão preto até amolecer. Numa panela de ferro, frite o toucinho no dendê e refogue o feijão. Arrume a comida no alguidar (previamente lavado com água e mel), enfeitando com sete pedaços de toucinho frito. Coloque os inhames cozidos (com casca) em cima de tudo. Leve essa oferenda a um trilho de trem que faça uma linha reta (não coloque o prato perto de curvas). Quebre as três garrafas de cerveja e peça para Ogun Xoroquê que melhore sua vida o mais rápido possível. Peça fortuna, prosperidade, caminhos abertos, etc. Obs.: Servir a cerveja no copo, fazer o circulo e Quebrar, significa romper a influência de forças maléficas que atrapalham a vida. EBÓ PARA GANHAR DINHEIRO 1 quartinha de barro; 7 búzios africanos; 7 moedas brancas (comuns); 7 moedas amarelas; 7 folhas de louro. Coloque todos os ingredientes dentro da quartinha. Cave um buraco (que caiba a quartinha) na porta de entrada da casa, do lado de dentro. Peça fortuna e prosperidade por sete vezes. Enterre a quartinha, com a tampa fechada, recolocando o piso nesse lugar. Nesse local não poderá haver trânsito de pessoas ou animais. BANHO PARA DESCARREGO 1 pote de barro com tampa; algumas folhas de: levante, buchinha, dandá, cipó grosso (unha de gato), louro e alfazema; colônia. Sove, muito bem, todas as folhas, deixando descansar por três dias em um local fresco, dentro de um pote de barro com tampa. Após esse tempo, leve todos os ingredientes para ferver. Guarde o líquido, já frio, em uma garrafa. Tome esse banho, da cabeça aos pés, sempre que estiver ansioso ou nervoso. Esse banho não pode ser quente. Obs.: No prazo de vinte e quatro horas antes do dia em que for tomar o banho, não coma carne de porco ou pimenta nem ingira bebidas alcoólicas.  ENCANTAMENTO DE OSSAIN PARA LIVRAR PESSOAS DO ALCOOLISMO 2 cervejas brancas; sal. Esse encantamento deve ser feito dentro da mata, em um local limpo. Abra as duas garrafas de cerveja e coloque bastante sal dentro delas (quase todos as oferendas feitas à Ossain levam muito sal). Escreva, num pedaço de papel, a lápis, três vezes, o nome da pessoa que deve parar de beber. Faça um círculo no chão com um pedaço de madeira ou pedra. Coloque o papel, com o nome da pessoa, no centro (você deve ficar do lado de fora do círculo). Jogue, ao mesmo tempo, as cervejas em cima desse pedaço de papel. Peça para Ossain livrar, tal pessoa (pronunciar o nome completo dela em voz alta) do vício do álcool. Quebre as duas garrafa, deixando tudo dentro do círculo. SIMPATIA PARA UNIR UM CASAL  1 prato de porcelana branca (virgem); 1 vela de sete dias; 2 pêras brancas inteiras; 1 vidro de mel; 1 pedaço de rapadura; 1 fita azul e outra branca. Escreva a lápis, três vezes, o nome de cada um dos parceiros. Coloque os papéis escritos no prato, um ao lado do outro. Coloque as pêras em cima deles. Amarre as pêras com as duas fitas, para que fiquem juntas. Coloque um pouco de sal e mel em cima de tudo. Acenda a vela ao lado do prato, pedindo a Oxalá para que essa união seja perfeita e muito próspera. Deixe em repouso por sete dias. Todos os dias, às dezoito horas, faça o mesmo pedido. Após os sete dias, leve essa oferenda embaixo de uma bela árvore (não pode ser árvore de Exú). SIMPATIA PARA CRIANÇAS ASSUSTADAS 3 pedras pequenas. Coloque as três pedrinhas numa das mãos da criança, até elas esquentarem um pouco. Jogue a primeira pedra dizendo: "Que o medo vá embora". Faça o mesmo com a segunda: "Que o susto vá embora". Na última diga: "Que a vida fique". Essas pedras devem ser jogadas num local onde haja terra.  SIMPATIA PARA PERDER O MEDO DE ESCURO 7 velas brancas. A simpatia deverá ser feita durante sete noites consecutivas, num quarto (ou cômodo) bem escuro. Acenda a primeira vela e diga, olhando para a chama: "Com esta vela eu tiro o medo que existe dentro de mim". Apague a vela e fique no escuro por alguns instantes. No segundo dia, você deve fazer a mesma coisa, dizendo: "Com esta luz eu tiro o medo da escuridão." Repetir esse processo até o sexto dia. No último dia, acenda a vela e pronuncie a seguinte frase: "Dessa luz eu não preciso mais, pois já não tenho medo." Apague a vela e fique alguns minutos no escuro. Aos poucos o medo vai diminuindo até acabar. SIMPATIA PARA AFASTAR PESSOAS INDESEJÁVEIS 1 tigela branca de louça; morim branco (tecido); azeite de oliva; 1 vassoura de bruxa (palha). Amarre o cabo da vassoura com o pano branco. Escreva o nome da pessoal indesejável (três vezes, a lápis), colocando dentro da palha. Encha a tigela branca com água e algumas gotas de azeite de oliva. Molhe a vassoura nessa água e passe nos batentes de todas as portas da casa dizendo: "Que fulano de tal (fale o nome completo da pessoa) não apareça mais nesta casa". Faça isso durante três dias seguidos. Passados os três dias, jogue essa vassoura num campo, bem longe de sua casa. EM CRIAÇÃO!!! Ebós RELAÇÃO DOS EBÓS A forma de despachar os ebós, anunciando os nomes dos mensageiros dos recados, fala-se: OÉ-TURA-WAGBATÈTÈ - VENHA RECEBER DEPRESSA OGUN - DAGBE -DE WÀ GBA TÈTÈ - CHEGUE PARA RECEBER WORUN -OFUN -WÀ GBA TÈTÈ - VENHA RECEBER DEPRESSA OWORUN SERE - O GBA - TÈTÈ - RECEBA DEPRESSA OTURÁ – AYKÓ WA GBA TÉTÉ - VENHA RECEBER DEPRESSA OTURUPON - OKARAN - WA GBA TÈTÈ - VENHA RECEBER DEPRESSA OKARAN - OIERU - WA GBA TÈTÈ - VENHA RECEBER DEPRESSA " OMO ODUS DE EJIONILÊ " "OSOGUIA 1. OLAFIN 2. ODOLUÁ 3. KUDIRÉ 4. SAGRIN 5. EBUIM 6. AKANJI 7. YALANTE 8. EKIO 9. SILIN 10. KOKONISSE11. IRO 12. SAKONAN 13. SOÍA DA 14. MOROSSE 15. GEA 16. DEJANISSÉ Observações Importantes: OSOGUIA foi o único Orixá que driblou a morte por isso ele é sempre chamado em caso de muita aflição. Os odús vieram primeiro que os Orixás, o n.° 06 se ele não quer presente faz a pessoa perder tudo. Todos comem com ele e ele come com todos, ao afastar ou tirar qualquer outro odú. também deve imediatamente lhe agradar para que o que esteja respondendo de forma negativa faça parir o bom. Para agradar Obara nunca se deve fazê-lo para uma só pessoa, sempre coletivo, o Tesmo para assentar, nunca para uma só pessoa. EBÓ OYA 1 Abóbora moranga 4 búzios aberto 4 nós moscada 4 moedas 4 acarajés 4 metros de fita vermelha 4 metros de fita branca 1 saco de morim Fazer um buraco na ab ó bora, depois de passar no corpo da pessoa coloca-se dentro com as fitas, por num saco de morim. Entregar a Oya Onira, no alto do morro 18 horas ou 24 horas, acender velas e fazer os pedidos. EBÓ ENCANTAMENTO (AMARRAÇÃO) 1 mamão Fita rosa e branca Cravo Vela de 3 dias Partir o mamão no meio colocar os nomes regado a mel, em cima de um prato branco, amarrar com as fitas e enfeitar com os cravos após por num campo ou rio.
Ebós e Feitiços  Os Iorubás denominam Elénìnìí como a Divindade do Infortúnio, que tem como principal função neste mundo, colocar obstáculos às oportunidades de sucesso dos seres humanos. Embora considerada a mais velha divindade do òrún, Elénìnìí decodificou os segredos do Obí, noz-de-kola, fazendo com que aqueles que desrespeitarem ou desconsiderarem as mensagens do jogo-de-kola, estejam sob suas sanções. O seres malévolos são conhecidos coletivamente como Ajogun, Guerreiros contra os Homens, que segundo a tradição, abrange os Òfò ( Prejuízos), Ègbà ( Paralisia), Èjò (Problemas), Èpè (Maldição), Èwòn (Prisão), Èse , qualquer outro malefício que possa afetar os seres humanos, entre outras energias maléficas.