Contatos 11 3492-0169 11-5513-6064        11- 98255-6755 HOME VOLTAR PRÓXIMA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Oya Fefe É   a   Senhora   dos   Ventos.   Ao   iniciar   os   Orôs,   algumas   medidas   de apaziguamento    devem    ser    tomadas,    pois    a    força    do    vento    é demasiadamente   forte   para   nós   humanos   suportá-la.   Mas   não   é   do   vento   que   estou   falando,   falo   também   do   balanço,   dos   altos   e baixos    que    acontecem    em    nossas    vidas.    Essas    medidas    visam mfazer   com   que   a   força   desta   Grande   Iyagba   chegue   até   nós   com brandura. Então   devemos   estar   atentos   a   certas   kizilas,   para   evitar   represálias da Grande Mãe com a Iyawo e com o Ilê Axé. Utilizamos   os   Ogués   para   invocá-la,   e   uma   bandeira   branca,   que   se   coloca   deitada   em cima da cumieira do Ronko(pelo lado de fora, com o pano caíndo encostado na parede). No   dia   do   nome,   assim   que   o   Orixá   pula   e   fala   o   seu   orunko,   um   Ogan   que   particiou   das obrigações   daquela   Iyawo,   sobe   na   cumieira   e   levanta   a   bandeira,   arriando   ali,   uma   bacia de   Ebô,   e   21   akarajés,   como   forma   de   agradecimento   a      Oya   Fefe,   por   tudo   que   ela   possa fazer por aquela Iyawo, pelo Ilê Axé, e por todos que participam da grande festa. Tudo   isso   sairá   em   carrego   9   dias   após   a   tirada   do   nome   da   Iyawo. Ai   então   se   arreia   na cumieira um novo Ebô e um Amalá de Xangô, feito no azeite doce.