Contatos 11 3492-0169 11-5513-6064        11- 98255-6755 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS VOLTAR PRÓXIMA HOME
Odu Oyeku Meji Oyeku nasceu em Apa, que é a cidade de Ogum. Ele é filho do rei do Apa por Oyekun (mente a ortografia)! Seu nome significa "andar torto", porque ele é desajeitado e tem uma ligeira curvatura da coluna vertebral. Oyeku tem um tabu contra comer obobo frutas e rato cinzento pequeno. Ele não pode cobrir a cabeça com folha koko. O Odù Oyeku Meji significa escuridão e infelicidade, e adverte sobre morte, doenças, preocupações
e um mau pressagio, mas também  carrega com tudo isso a solução de todos esses problemas. Observação ocidental: O cliente com má sorte encontra bloqueio; o cliente com boa sorte possui forte suporte ancestral. Oyekumeji é o segundo Odù (olodu) principal. Ele simboliza o princípio feminino. Os odùs Ejiogbe e Oyekumeji deram nascimento aos quatorze odùs principais restantes.  No Odù Oyekumeji, há um Oyeku no lado direito, que  é a força masculina, e outro Oyeku no lado esquerdo, que é a força feminina.  As pessoas para quem este Odù é divinado deveriam formar um hábito de oferecer sacrifícios e satisfazer suas cabeças (ori) de tempos em tempos de modo à evitar estados de depressão. Adicionalmente, deveriam ouvir e respeitar as opiniões de seus mais velhos. Elas necessitam honrar seus ancestrais regularmente. No Odù Oyekumeji, Ifá  adverte contra o perigo de manter relacionamentos com muitas mulheres. As mulheres se tornarão ciumentas, e  os problemas gerados impedirão o progresso do cliente. Deste Odù, nós aprendemos que é melhor ter um marido, uma esposa. Características do filhos desse Odu:  Os filhos de odu encontram uma certa facilidade para tudo o que decidem fazer na vida, são pessoas traiçoeiras que tem forte tendencia para ter filhos gêmeos, são pessoas de duas personalidades, mentirosas, falsas, para serem completas e felizes tem que fazer para os outros tudo que os beneficia. Itan: Dizem as histórias que havia diversos príncipes que disputavam o poder. Também havia outros fidalgos oriundos de diversas cidades. Entre estes, havia tela-okô, que era desprovido de todos os meios de subsistência. E lá um dia, enquanto roçava, bem no lugar onde havia colocado o ebó que ele tinha feito conforme a maneira decretada, tela-okô bateu com a enxada num forno enorme, que se abriu, causando-lhe grande espanto. Chamou os companheiros que estavam mais afastados, dizendo que tinha afundado no buraco da riqueza. Mas, em seguida, tendo ele reconhecido ser deveras um verdadeiro tesouro da fortuna o que encontrara, mudou repentinamente, dizendo que o que tinha encontrado era apenas um buraco cheio de orobôs, e que estes eram tão alvos que pareciam tratar-se de moedas. Claro que através deste caminho de odú, entende-se que jamais devemos revelar de onde provem nossas riquezas e não o tanto o que temos, afim de evitar invejosos, perseguidores e ladrões. Oye dudu awo ori Bije consultou Ifá  para Olofin. Nós pedimos para ele oferecer um tecido preto, uma cabra, e folhas e sementes de bije. Nós dissemos a ele que esta morte iminente não iria matá-lo, não iria matar seus filhos  se ele fizesse a oferenda. Ele obedeceu e fez sacrifício. 7 Se este Odù é lançado, a família do cliente deve aplicar bije (uma erva africana) sobre suas faces e cobrir o Ifá  dos mesmos com tecido preto e folhas de bije. Eles estão assegurados de que morte, doenças, e todos os outros males não serão capazes de reconhecê-los, uma vez que a morte não reconhece Onibije (alguém que faz uso do remédio bije prescrito pelo divinador).  Eesin gbona l’ewe tutu l’egbo consultou Ifá  para 165 árvores. A palmeira e a árvore Ayinre  sacrificaram uma galinha entre as árvores. Então, se um tornado estivesse devastando, a jovem folhagem de palma afirmaria:  eu fiz sacrifício para escapar do perigo. A folhagem de palmeira nunca é afetada por ventos ou tornados porque ela realizou o sacrifício requeri do neste Odù. Todos os perigos são desviados da palmeira. Você é oye Eu sou oye Dois oye consultaram Ifá  para Olofin. Eles disseram  dois de seus filhos iriam fraturar [os ossos] das coxas,  mas ele não deveria ficar preocupado  porque eles seriam bem sucedidos na vida. Foi pedido à ele que sacrificasse tecido keleku,  para ser usado como uma proteção para as crianças. Ele obedeceu e fez o sacrifício. Ifá  predisse que o acidente que os filhos de Olofin iriam sofrer não impediria o sucesso destes na vida. Tudo o que ele necessitava fazer era realizar um sacrifício e fornecer o tecido especificado como cobertura protetora.    Quando eu acordei de manhã,  eu vi uma grande quantidade de crianças. Eu perguntei pelo reino da terra. Eu encontrei os antigos em grande esplendor. Eu perguntei pelo reino do céu. Orisa-nla estava indo visitar Òrúnmìlà Ele perguntou: Como estão seus filhos  que estou levando comigo para o mundo? Caso haja resfriado, Caso haja dor de cabeça, Caso haja malária e outras enfermidades, O que eu poderia fazer por eles? Òrúnmìlà ordenou a ele que marcasse Odù Oyekumeji  sobre pó de iye-irosun. Apanhe algumas folhas frescas de peregun e as triture. Misture-as juntamente com banha de Òrí  e use isso para esfregar em seus corpos. Peregun derramará água sobre  a morte devastadora. Peregun derramará água sobre  as doenças devastadoras.