HORÓSCOPO DOS ANJOS

HORÓSCOPO DOS ANJOS

 Segundo uma antiga lenda judaica que conta que desde o princípio da criação do mundo, todas as almas são guardadas sob o trono de Deus e onde ficam esperando o momento do nascimento. Ao ser concebida a criança, Deus convoca um Anjo para acompanhar essa alma até o útero da mãe. A partir de então, em períodos determinados do dia, esse Anjo vai ter com essa alma e, durante todo o período da gravidez, ele vai revelando a ela todos os mistérios e todos os conhecimentos do universo e ensinando-a como encontrar o caminho de volta para as esferas celestes.
 Quando a criança nasce, no momento em que vê a luz pela primeira vez, o Anjo a toca com suas asas, fazendo com que ela se esqueça de tudo o que lhe foi transmitido, durante
o período de gestação. A partir de então, sua vida será é uma caminhada para resgatar os
conhecimentos e os mistérios que lhe foram ensinados pelo Anjo e, ao mesmo tempo, um caminho de volta para Deus.
 Como o caminho de ida foi feito com a alma sendo conduzida pelo Anjo, o caminho de volta apenas poderá ser feito com a ajuda desse Anjo. Setenta e dois Anjos se prestam a esse trabalho, chefiados por nove príncipes. Na companhia desse Anjo, você não só aprenderá mais sobre você e sobre as coisas do universo, como também encontrará o caminho do conhecimento e o caminho de volta para Deus.
 A origem de todo o conhecimento a respeito da ação dos Anjos pode ser encontrada na Cabala judaica. Essa palavra vem de uma raiz hebraica KBL, ou receber e surgiu no primeiro século depois de Cristo. Seus livros mais importantes são o Zohar, ou Livro do Esplendor, o Livro da Criação e o Livro da Imagem. A correta interpretação desses textos revela o mapa a ser trilhado pelas almas para percorrer o caminho de volta ao seu Criador. Através da numerologia, que se vale dos algarismos de 1 a 9, muitas revelações foram compiladas, formando um vasto conhecimento que tem sido útil à humanidade ao longo dos últimos milênios, não apenas para os iniciados em seus mistérios, que compreendem suas mensagens ocultas, mas também aos leigos, através de obras simplificadas como esta que apresentamos.
 De qualquer forma, preciosas informações já foram assimiladas pelos estudiosos do assunto, fornecendo regras para o entendimento, ainda que precário, da relação do Homem consigo mesmo, com seus semelhantes, com os Anjos e com Deus. Astrólogos Angelólogos se debruçaram sobre essas informações, compilando, ao longo dos séculos, as informações que, hoje, já se encontram consolidadas e à disposição de quem queira usá-las.
Muito pouco conhecido e pouco divulgado, o Horóscopo dos Anjos agrupa um conhecimento que, por muitos séculos, ficou restrito aos porões escuros dos alquimistas, dos monges copistas, dos estudiosos que não temiam as perseguições, estudando as preciosas informações desse horóscopo, que acabou incorporando conhecimentos do Horóscopo Zodiacal. Leia agora com atenção o Horóscopo dos Anjos para saber mais sobre Anjos, sobre você, sobre sua missão e sobre o caminho de volta ao Criador.

HORÓSCOPO DOS ANJOS

 Segundo o Antigo Horóscopo dos Anjos, nove príncipes representam na Terra as nove esferas da Hierarquia Celestial. Assim, da mesma forma que a Astrologia baseia seus estudos em nove astros, a Angelologia utiliza os nove príncipes representativos.
 As pessoas são regidas por príncipes angelicais, da mesma forma que o são pelos astros. Além disso, no Horóscopo Angelical, é preciso considerar também as características de cada Anjo presente na esfera de alcance de cada Príncipe. Essas características são agregadas às pessoas nascidas no dia de influência desses Anjos, acrescentando particularidades ao caráter e à personalidade.
 Cada um dos signos Angelicais é regido por um Príncipe, num período cuja duração média é de quarenta dias:

Metatron: nascidos de 21 de março a 30 de abril;
Raziel: nascidos de 1 de maio a 11 de junho;
Tsaphkiel: nascidos de 12 de junho a 23 de julho;
Tsadkiel: nascidos de 24 de julho a 2 de setembro;
Camael: nascidos de 3 de setembro a 13 de outubro;
Raphael: nascidos de 14 de outubro a 22 de novembro;
Haniel: nascidos de 23 de novembro a 31 de dezembro;
Mikael: nascidos de 1 de janeiro a 9 de fevereiro;
Gabriel: nascidos de 10 de fevereiro a 20 de março.

OS ANJOS E A ASTROLOGIA

72 anjos, portanto, aparecem distribuídos nas nove esferas angelicais, regidas cada uma por um Príncipe diferente. Para descobrir qual é o seu anjo de nascimento ou Anjo Astrológico, basta consultar a tabela a seguir:

SERAFINS PRÍNCIPE: METATRON

VEHUIAH 21 a 26/3.
YELIEL 27 a 31/3.
SITAEL 01/4 a 5/4.
 ELEMIAH 6 a 10/4.
MAHASIAH 11 a 15/4.
 LELAHEL 16 a 20/4.
ACHAIAH 21 a 25/4.
CAHETHEL 26 a 30/4.

QUERUBINS PRÍNCIPE: RAZIEL

 HAZIEL 1 a 5/5.
 ALADIAH 6 a 11/5.
 LAOVIAH 12 a 16/5.
 HAHAMIAH 17 a 21/5.
 YEZALEL 22 a 26/5.
 MEBAHEL 27 a 31/5.
 HARIEL 1/5 a 6/6.
 HAKAMIAH 7 a 11/6.

TRONOS PRÍNCIPE: TSAPHKIEL LAUVIAH 12 a 16/6.

 CALIEL 17 a 21/6.
 LEUVIAH 22 a 27/6.
 PAHALIAH 28/6 a 2/7.
 NELCHAEL 3 a 7/7.
 IEIAEL 8 a 12/7.
 MELAHEL 13 a 18/7.
 HAHEUIAH 19 a 23/7.

DOMINAÇÕES PRÍNCIPE: TSADKIEL

 NIT-HAAIAH 24 a 28/7.
 HAAIA 29/7 a 2/8.
 IERATHEL 3 a 7/8.
 SEHEIAH 8 a 13/8.
 REYEL 14 a 18/8.
 OMAEL 19 a 23/8.
 LECABEL 24 a 28/8.
 VASAHIAH 29/8 a 2/9.

POTESTADES PRÍNCIPE: CAMAEL

 IEHUIAH 3 a 8/9.
 LEHAHIAH 9 a 13/9.
 CHAVAKIAH 14 a 18/9.
 MENADEL 19 a 23/9.
 ANIEL 24 a 28/9.
 HAAMIAH 29/9 a 3/10.
 REHAEL 4 a 8/10.
 IEIAZEL 9 a 13/10.  

VIRTUDES PRÍNCIPE: RAPHAEL

 HAHAHEL 14 a 18/10.
 MIKAEL 19 a 23/10.
 VEULIAH 24 a 28/10.
 YELAIAH 29/10 a 2/11.
 SEALIAH 3 a 7/11.
 ARIEL 8 a 12/11.
 ASALIAH 13 a 17/11.
 MIHAEL 18 a 22/11.  

PRINCIPADOS PRÍNCIPE: HANIEL

 VEHUEL 23 a 27/11.
 DANIEL 28/11 a 2/12.
 HAHASIAH 3 a 7/12.
 IMAMAIAH 8 a 12/12.
 NANAEL 13 a 17/12.
 NITHAEL 18 a 22/12.
 MEBAHIAH 23 a 27/12.
 POIEL 28 a 31/12.  

ARCANJOS PRÍNCIPE: MIKAEL

 NEMAHIAH 1 a 5/1.
 IEIALEL 6 a 10/1.
 HARAHEL 11 a 15/1.
 MITZRAEL 16 a 20/1.
 UMABEL 21 a 25/1.
 IAH-HEL 26 a 30/1.
 ANAUEL 31/1 a 4/a 4/2. 

ANJOS PRÍNCIPE: GABRIEL

 MEHIEL 5 a 9/2.
 DAMABIAH 10 a 14/2.
 MANAKEL 15 a 19/2.
 AYAEL 20 a 24/2.
 HABUHIAH 25/2 a 1/3.
 ROCHEL 2 a 6/3.
 YABAMIAH 7 a 11/3.
 HAIAIEL 12 a 16/3.
 MUMIAH 17 a 20/3.

OS NOMES DOS ANJOS

Para descobrir os nomes dos Príncipes e dos Anjos de cada uma das falanges, os cabalistas partiram de um número inicial, o 72, que é o resultado da inscrição do nome de Deus, Ieve, na forma de um triângulo considerado sagrado e chamado de Tetragramaton:

I
I E
I E V

I E V E

Nesse triângulo, o I eqüivale a 10, porque corresponde a YOD, décimo caracter do alfabeto hebraico, que simboliza tempo, espaço, ciclos de existência, tudo que nasce, cresce, se reproduz e desaparece. O E eqüivale a HE, equivalente a 5, significando a dualidade do ser diante da natureza e do universo. O V corresponde a VAU, equivalente a 6, simbolizando a presença do espírito. Aplicando isso às letras do Tetragramaton, tem-se: 

10
10 + 5
10 + 5 + 6 
10 + 5 + 6 + 5

Efetuando-se essa soma, obtém-se o 72, que foi a base inicial para a descoberta dos nomes dos Anjos, lembrando que são 72 o número de quinários, graus ou dias do ano cabalístico, que se inicia em 20 de março, no signo de Áries. A partir desse número, os cabalistas descobriram que os versículos 19, 20 e 21 do Capítulo 14 do Êxodo, tinha cada um deles 72 caracteres hebraicos. 

 Para chegar aos nomes, os versículos foram dispostos paralelamente e os primeiros caracteres da esquerda dos versículos 19 e 21 foram ligadas ao primeiro letra da direita do versículo 20. Aos três caracteres resultantes foram acrescentados a terminação HE ou VAU, extraídas do sagrado nome de Deus. 

 Feito isso, o processo é repetido com os segundos caracteres, até completar todos os setenta e dois. Reduzindo-se numerológica e cabalisticamente o número 72, temos 7 +2=

  1. Nove foram, portanto, as falanges, cada qual com 8 Anjos, mais um Príncipe comandante, assim como nove eram os planetas do ano cabalístico.

Desse conhecimento surgiram os nomes dos Príncipes, totalizando 81 Anjos, cuja redução numerológica e cabalística também resulta em 9, como toda a hierarquia angelical, diga-se de passagem.

     Vejamos, agora, como são constituídos os signos do Horóscopo dos Anjos. 

DESCOBRINDO MAIS SOBRE OS ANJOS

 As referências aos Anjos, na Bíblia, surgem cento e oito vezes no Velho Testamento e cento e setenta e cinco, no Novo, sendo que dessas, um total de setenta e duas aparecem no Apocalipse. O fato mais importante a ressaltar, no entanto, é que no Novo Testamento, além de citações pelo próprio Jesus Cristo, os anjos aparecem servindo-o, como após sua tentação pelo diabo, na passagem do deserto, conforme Mateus 4:11.
 Além dessa passagem, outra intervenção direta é na ressurreição de Jesus, com a da pedra que fechava o sepulcro, quando um anjo desceu do céu, removendo-a, conforme revelado em Mateus 28:2. Os outros evangelistas citam igualmente a participação dos Anjos, durante o ministério de Cristo, como Lucas 1:11, Marcos 1:13 e João 1:51, além de surgirem também nas Cartas dos Apóstolos e nas revelações do Apocalipse, onde são mencionados já no início do texto.
 Durante os séculos, estudiosos se debruçaram sobre as Sagradas Escrituras, buscando estabelecer a correta relação dos Anjos com Deus e seu papel em relação à Humanidade, como Eusébio de Cesaréia, Atanásio, Basílio Magno, Ambrósio de Milão, Jerônimo, João Crisóstomo, Cirilo de Jerusalém, Cirilo de Alexandria, Agostinho e Dionísio.
 Este, inclusive, que realizou seus estudos por volta do início do século VI, foi quem estabeleceu a divisão dos Anjos em três classes, ou ordens, subdivididas, por sua vez, em outros três níveis. Essa divisão é aceita até hoje e se caracteriza por determinar a posição de cada Anjo em relação a Deus e aos homens.
 A primeira Ordem, por exemplo, estaria mais próxima de Deus e mais distante dos homens. A segunda, seria uma intermediária dessa três ordens, já que a terceira estaria mais próxima dos homens e mais afastada de Deus, mas não menos qualificados para intermediar as relações entre esses dois planos, o de Deus e o do homem. Segundo Dionísio, esta é a hierarquia dos Anjos até hoje aceita:

Primeira Ordem

Primeiro Coro – Serafins – Príncipe: Metatron
A ordem dos Serafins é considerada a mais elevada esfera da hierarquia angelical. Eles circundam o trono de Deus e celebram com canções e adoração perfeição divina, sendo sentidos por todos através do coração. Dizem que a canção dos serafins são cantos de criação e celebração.
Segundo Coro – Querubins – Príncipe: Raziel
São conhecidos como os guardadores dos registro sagrados e contribuem para que o plano divino seja cumprido. São os guardiões da luz e das estrelas.

Terceiro Coro – Tronos – Príncipe: Tsaphkiel
  3 – Tronos: São os anjos da guarda do planeta.

 Segunda Ordem

Dominações ou Soberanias – Príncipe: Tsadkiel
 São os executores, os governantes de todos os grupos angelicais situados além deles. Os domínios decidem o que deve ser feito para que a vontade divina seja cumprida, fazendo todo o necessário para que o universo continue a sua trajetória habitual. Recebem ordens dos Querubins e vigiam a nossa realidade, intervindo quando necessário, embora raramente.
Potências ou Potestades – Príncipe: Camael
 São os portadores da consciência da humanidade, encarregados de controlar e vigiar a história da humanidade. Foram os primeiros anjos a serem criados por Deus. Atuam como guardas celestiais, atentos às maquinações de Satanás, mantendo o equilíbrio do universo.
Virtudes – Príncipe: Raphael
 Transmitem a energia divina, pois vivem imersas na força de Deus, e derramam suas bênçãos na forma de milagres. Conhecidos por seus feitos brilhantes, as virtudes são os heróis que lutam em nome de Deus e da Verdade, sendo chamadas à ação, quando coragem se faz necessária.

Terceira Ordem

Principados ou Autoridades – Príncipe: Haniel
 Anjos integradores, encarregados das nações e das grandes cidades, protegendo os espíritos do bem contra os espíritos do mal.
Arcanjos – Príncipe: Mikael
 São os mensageiros da palavra divina, intermediários diretos entre os mortais e Deus. Normalmente é através deles que as preces chegam ao Trono do Criador.

Anjos – Príncipe: Gabriel

 Seres de luz que agem próximos da humanidade e envolvidos em suas preocupações, cuidando carinhosamente dos filhos de Deus aqui na Terra.
 Ao longo desses séculos todos, estudos seríssimos foram realizados, buscando compreender a natureza dos Anjos e seu papel na hierarquia celeste, mas, por fim, esgotados em si mesmos, os pesquisadores, sem chegar a conclusões definitivas, passaram a se dedicar a assuntos menores, como tentar descobrir o sexo dos Anjos ou calcular quantos deles poderiam caber na ponta de uma agulha.
 Isso fez com que o assunto perdesse a seriedade merecida e os Anjos ficassem relegados a um segundo plano nas preocupações dos homens, até ressurgirem, nos últimos tempos, como grandes mediadores das relações entre Deus no céu e seus filhos aqui na Terra, trazendo de volta, inclusive, as antigas e poderosas fórmulas de relacionamento com eles.

  RELACIONANDO-SE COM O SEU ANJO

Primeira Ordem

Primeiro Coro – Serafins – Príncipe: Metatron
A ordem dos Serafins é considerada a mais elevada esfera da hierarquia angelical. Eles circundam o trono de Deus e celebram com canções e adoração perfeição divina, sendo sentidos por todos através do coração. Dizem que a canção dos serafins são cantos de criação e celebração.
Segundo Coro – Querubins – Príncipe: Raziel
São conhecidos como os guardadores dos registro sagrados e contribuem para que o plano divino seja cumprido. São os guardiões da luz e das estrelas.
Terceiro Coro – Tronos – Príncipe: Tsaphkiel
  3 – Tronos: São os anjos da guarda do planeta.

 Segunda Ordem

Dominações ou Soberanias – Príncipe: Tsadkiel
 São os executores, os governantes de todos os grupos angelicais situados além deles. Os domínios decidem o que deve ser feito para que a vontade divina seja cumprida, fazendo todo o necessário para que o universo continue a sua trajetória habitual. Recebem ordens dos Querubins e vigiam a nossa realidade, intervindo quando necessário, embora raramente.
Potências ou Potestades – Príncipe: Camael
 São os portadores da consciência da humanidade, encarregados de controlar e vigiar a história da humanidade. Foram os primeiros anjos a serem criados por Deus. Atuam como guardas celestiais, atentos às maquinações de Satanás, mantendo o equilíbrio do universo.
Virtudes – Príncipe: Raphael
 Transmitem a energia divina, pois vivem imersas na força de Deus, e derramam suas bênçãos na forma de milagres. Conhecidos por seus feitos brilhantes, as virtudes são os heróis que lutam em nome de Deus e da Verdade, sendo chamadas à ação, quando coragem se faz necessária.

Terceira Ordem

Principados ou Autoridades – Príncipe: Haniel
 Anjos integradores, encarregados das nações e das grandes cidades, protegendo os espíritos do bem contra os espíritos do mal.
Arcanjos – Príncipe: Mikael
 São os mensageiros da palavra divina, intermediários diretos entre os mortais e Deus. Normalmente é através deles que as preces chegam ao Trono do Criador.

Anjos – Príncipe: Gabriel

 Seres de luz que agem próximos da humanidade e envolvidos em suas preocupações, cuidando carinhosamente dos filhos de Deus aqui na Terra.
 Ao longo desses séculos todos, estudos seríssimos foram realizados, buscando compreender a natureza dos Anjos e seu papel na hierarquia celeste, mas, por fim, esgotados em si mesmos, os pesquisadores, sem chegar a conclusões definitivas, passaram a se dedicar a assuntos menores, como tentar descobrir o sexo dos Anjos ou calcular quantos deles poderiam caber na ponta de uma agulha.
 Isso fez com que o assunto perdesse a seriedade merecida e os Anjos ficassem relegados a um segundo plano nas preocupações dos homens, até ressurgirem, nos últimos tempos, como grandes mediadores das relações entre Deus no céu e seus filhos aqui na Terra, trazendo de volta, inclusive, as antigas e poderosas fórmulas de relacionamento com eles.

RELACIONANDO-SE COM O SEU ANJO

 Antes de continuarmos, é importante que se saiba que existem diversas formas de se relacionar com seu Anjo. Todas elas envolvem reflexão e recolhimento, quando se deve acender uma vela branca e ter com o Anjo uma conversa franca, abrindo o coração e expondo tudo que o(a) aflige e angustia. Não existe forma fixa de se estabelecer essa conversa, mas há algumas orações que acabaram se popularizando e sendo utilizadas para temas específicos.
 Ao escolher uma delas, lembre-se que antes de iniciá-la você deve ler em voz alta o versículo do Salmo correspondente ao seu Anjo, seguido da prece em si.
 Para saber qual é o Salmo de seu Anjo, basta consultar a relação a seguir. O primeiro número indica o Salmo e o número após os dois pontos indica o versículo.

ORDEM ANJO SALMO

 1 VEHUIAH Salmo 3:5
2 JELIEL Salmo 21:20
3 SITAEL Salmo 90:2
4 ELEMIAH Salmo 6:4
5 MAHASIAH Salmo 33:4
6 LELAHEL Salmo 9:11
7 ACHAIAH Salmo 102:8
8 CAHETHEL Salmo 94:6
9 HAZIEL Salmo 24:6
10 ALADIAH Salmo 32:22
11 LAOVIAH Salmo 17:50
12 HAHAMIAH Salmo 9:11
13 YEZALEL Salmo 97:6
14 MEBAHEL Salmo 9:9
15 HARIEL Salmo 93:22
16 HAKAMIAH Salmo 87:2
17 LAUVIAH Salmo 8:2
18 CALIEL Salmo 7:9
19 LEUVIAH Salmo 39:2
20 PAHALIAH Salmo 119:2
21 NELCHAEL Salmo 30:18
22 IEIAIEL Salmo 120:5
23 MELAHEL Salmo 120:8
24 HAHEUIAH Salmo 32:18
25 NIT-HAAIAH Salmo 9:4
 26 HAAIAH Salmo 118:145
27 IERATHEL Salmo 138:1
28 SEHEIAH Salmo 70:15
29 REYEL Salmo 53:4
30 OMAEL Salmo 70:6
31 LECABEL Salmo 70:16
32 VASAHIAH Salmo 32:4
33 IEHUIAH Salmo 33:11
34 LEHAHIAH Salmo 130:5
35 CHAVAKIAH Salmo 114:1
36 MENADEL Salmo 25:8
37 ANIEL Salmo 79:9
38 HAAMIAH Salmo 90:9
39 REHAEL Salmo 29:13
40 IEIAZEL Salmo 87:15
 41 HAHAHEL Salmo 119:2
42 MICAEL Salmo 120:7
43 VEULIAH Salmo 87:14
44 YELAIAH Salmo 118:108
45 SEALIAH Salmo 93:18
46 ARIEL Salmo 144:9
47 ASALIAH Salmo 103:25
   48 MIHAEL Salmo 96:3
49 VEHUEL Salmo 144:3
50 DANIEL Salmo 101:8
51 HAHASIAH Salmo 103:32
52 IMAMAIAH Salmo 7:18
53 NANAEL Salmo 118:75
54 NITHAEL Salmo 102:19
55 MEBAHIAH Salmo 101:13
56 POIEL Salmo 144:15
57 NEMAHIAH Salmo 113:18
58 IEIALEL Salmo 6:3
59 HARAHEL Salmo 112:3
60 MITZRAEL Salmo 144:18
61 UMABEL Salmo 112:2
62 IAH-HEL Salmo 118:159
63 ANAUEL Salmo 2:11
64 MEHIEL Salmo 32:18
65 DAMABIAH Salmo 89:15
66 MANAKEL Salmo 37:22
67 AYEL Salmo 36:4
68 HABUHIAH Salmo 105:1
69 ROCHEL Salmo 15:5
70 YABAMIAH Salmo 1:3
71 HAIAIEL Salmo 108:29
72 MUMIAH Salmo 114:7
 73 PRÍNCIPES Salmo 113:1-9

Observações:

 Para facilitar a consulta, nas características de cada Anjo já estão transcritos os trechos respectivos. É importante, porém, que cada um conheça por inteiro o Salmo de Invocação de seu Anjo.
 O Salmo de invocação dos Príncipes é o 113, sendo que cada um de seus versículos corresponde a um deles, a saber:

METATRON Salmo 113-1
RAZIEL Salmo 113-2
TSAPHKIEL Salmo 113-3
TSADKIEL Salmo 113-4
CAMAEL Salmo 113-5
RAPHAEL Salmo 113-6
HANIEL Salmo 113-7
MIKAEL Salmo 113-8
GABRIEL Salmo 113-9

ROTEIRO PARA UMA CONVERSA COM SEU ANJO

 A diferença fundamental entre o Horóscopo dos Anjos e os demais horóscopos é que ele se aprofunda nas questões espirituais, onde está a harmonia do homens, obtida através da prática do contato com os Anjos. Ao estabelecer o Príncipe que rege a hierarquia e o Anjo que rege o dia do nascimento, coloca nas mãos de todo o instrumento para se aproximar do Criador e de si mesmo, através da mediação desses seres de luz. É por isso, inclusive, que o Horóscopo dos Anjos vai além de informar meramente, sugerindo práticas que, com o tempo, produzirão essa harmonia desejada e estreitarão os laços com a divindade e com seus intermediários.
 Para se beneficiar de tudo isso, é preciso seguir um breve roteiro para estabelecer contato com o seu Anjo. É simples e, com a prática, isso se tornará algo agradável e fará parte de sua rotina e de sua vida. Habitue-se a fazer isso, obedecendo os seguintes passos.
 Prepare o altar e acenda a vela do seu Anjo, recomendado no seu horóscopo (leia as informações do seu Anjo saber isso).
 Invoque o Anjo pelo nome, depois leia o Salmo de Invocação. Se for um Príncipe, não se esqueça de chamá-lo conforme a forma de tratamento estabelecida.

3. Faça o seu pedido do modo mais simples e natural possível.
 Faça a oração final de agradecimento, conforme sugerido, ou estabeleça com seu Anjo uma outra oração.
 Agradeça sempre, da forma determinada ou seguindo os ditames do seu coração. Só não se esqueça nunca de fazer isso. Anjos são muito sensíveis e abominam a indelicadeza, a grosseria, e outras demonstrações de ignorância e falta de espiritualidade.
 
 Tudo é muito fácil e simples, pois é assim que os Anjos se relacionam conosco. Pode ocorrer de você se sentir desmotivado(a), após algumas tentativas infrutíferas de contato com seu Anjo. Lembre-se de que eles não se comunicam conosco através da palavra, mas de sinais sutis a que não estamos habituados.